EMESP

MENU

Conversa com Giuliana Frozoni

07 de dezembro de 2021

“Todas as matrizes tem seus mitos de criação e, para mim, o ato criativo é um ato absolutamente amoroso.”

Coral de Familiares, Coral Infantil e Coral Infanto Juvenil do Guri da Santa Marcelina Cultura no Theatro São Pedro, 24/10/2021. Fotos Roberta Borges.

 

Giuliana Frozoni, Gestora Pedagógica da Santa Marcelina Cultura, realiza um reencontro especial com o Coral Juvenil. Em 2009, Giuliana participou de sua primeira formação. A regente, convidada em apresentações posteriores, afirma que reger em experiência online é totalmente inédita. “Foi um processo de se refazer como um coro e de se reconhecer como um grupo vocal”, completa.

Os coros se apresentam seguindo rigorosamente as regras sanitárias, como o acrílico, distanciamento e uso de máscaras. A atividade de regência, aponta Giuliana, faz uso da imitação do gesto e do movimento labial. As limitações não impediram o grupo de realizar apresentações com muita qualidade vocal, companheirismo e emoção!

Nas apresentações de 2021, o Coral Juvenil exalta o amor. O repertório é composto por composições do século XXI, algumas inéditas: a primeira peça foi a Cantiga de Amores, do compositor Vitor Gabriel. O texto é de um dos livros bíblicos, conhecido como Cantares de Salomão. “Daí, veio a ideia de cantar o amor, que é um amor misterioso, com tantas leituras, com marcas profundas em diversas matrizes religiosas”.

Na sequência, a regente incorporou à apresentação a peça Amar, de Helen Chadwick, que traz um texto de um mito cosmogônico de criação do mundo do povo Kogi, nativos colombianos. O grupo também apresenta o Pai Nosso IV, de Antônio Ribeiro, em uma alusão à relação de amor entre os humanos e o transcendente. A regente adiciona uma composição final: Viajar! Com referência ao célebre poema de Fernando Pessoa e arranjo de Antonio Ribeiro.

Ao fim, Giuliana explica que o resultado não poderia ser melhor. “Essa sensação de que é de verdade e que vale a pena. As coisas vão para o lugar, ou estão começando a voltar. Nós nunca mais vamos ser os mesmos de 2019. A sensação de ter o público novamente é lindo. Os encontros tem sido atos amorosos de muito cuidado uns com os outros.”

 
Formado pelos alunos e alunas de canto do Guri, o Coral Juvenil conta com adolescentes de 12 a 18 anos, e promove o aprofundamento da prática vocal.
Confira as apresentações virtuais do Coral Juvenil

 

 

Este site utiliza cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento. Consulte a Política de Privacidade para obter mais informações.