EMESP

MENU

Grupos Infantis e Juvenis do Guri retomam a programação no mês de novembro

01 de novembro de 2019

Faltando programação na sua agenda? Calma que os Grupos Infantis e Juvenis estão com a agenda cheia, mas pode ir de bolso vazio porque os concertos são gratuitos.

Sábado, 23 de novembro, o Regional de Choro Infanto-Juvenil se apresenta no Theatro São Pedro, às 16h. Sob regência de Marcelo Cândido, o repertório inclui peças como Amando Sobre o Mar, de Zequinha de Abreu, Gente Humilde e Lamento do Morro, de Garoto e No Mundo da Lua, de Esmeraldino Sales. Além disso, o grupo recebe Wanessa Dourado, como solista convidada, que volta a acompanhá-los no dia 8 de dezembro, às 15h, no Museu da Imigração.

Já a Orquestra Sinfônica Infanto-Juvenil marca presença no Clube Hebraica, domingo, 24 de novembro. Sob regência de Tiago Costa, arranjador e regente da Orquestra Jovem Tom Jobim, o concerto acontece ao meio-dia.

Para quem mora na Zona Leste, o concerto de novembro da Banda Sinfônica Infanto-Juvenil terá regência do maestro Reginaldo Thimoteo, no CEU São Mateus. No repertório, peças de Smith, Holst, Mascagni, Susato, Villa-Lobos, Piazzolla, John Lennon e Paul McCartney, Siegler e Orcino. A apresentação acontece no dia 30 de novembro, sábado, às 11h.

Ainda no dia 30 de novembro, às 15h, a Big Band do Guri se apresenta na Casa de Cultura Chico Science. Sob o comando de Paulo Tiné, o grupo toca clássicos de Moacir Santos, Pixinguinha e Astor Piazzolla, além de uma seleção de hits de Milton Nascimento, João Gilberto e Rita Lee. Vai ficar de fora?

E se você quiser viver aquele momento fofura, não perca a apresentação do Coral Infantil e Coral de Familiares também no dia 30 de novembro, às 16h. Sob regência das maestrinas convidadas Ana Yara Campos e Déborah Rossi, o Coral Infantil e o Coral de Familiares interpretam um repertório variado, com canções de música clássica e popular, na Unibes Cultural.

O Coral Infantil apresenta canções de Brahms, Hekel Tavares e músicas da trilha sonora de Sítio do Picapau Amarelo, além de uma suíte de canções baseadas em O Quebra-Nozes, de Tchaikovsky. Já o Coral de Familiares trabalha um programa com clássicos da MPB, de Milton Nascimento a Gonzaguinha, e canções que unem melodias do repertório com poemas de autores consagrados, como as dobradinhas de Villa-Lobos com Ferreira Gullar, Antônio Ribeiro com Cora Coralina, e José Vieira Brandão com Manuel Bandeira.

Gostou? Música boa é o que não falta! E se estiver faltando grana, fique ligado que os concertos possuem entrada franca.