EMESP

MENU

Qual é a diferença entre uma Orquestra Sinfônica e Filarmônica?

15 de dezembro de 2021

É comum vermos, nas programações de grandes teatros, apresentações que divulgam concertos de Orquestras Sinfônicas e Orquestras Filarmônicas. Mas o que diferencia uma Orquestra Sinfônica de uma Orquestra Filarmônica? Saiba agora:

Orquestra Sinfônica

Orquestra Sinfônica do Guri, com regência de Ricardo Apezzatto se apresenta no Theatro São Pedro. Foto: Roberta Borges

Com relação à formação musical e aos instrumentos, nenhuma! Ambas as orquestras possuem a mesma formação. No entanto, as nomenclaturas podem dizer algo a mais sobre esses grupos.

Sinfonia é uma palavra de origem grega que significa “Todos os Sons Juntos”. Já o prefixo “filo”, de Filarmônica, significa “amigo de”. Lembra de “filantropia”? Com essa dica, vamos entender um pouquinho do que difere as duas!

Ana Beatriz Valente, regente da Orquestra Sinfônica do Guri, explica que a orquestra é um conjunto organizado de instrumentos de cordas, de sopro (sejam eles madeiras e metais) e a percussão, que foi incorporada fortemente na orquestra no século XX. As origens das orquestras vêm do século XVI, com o conjunto de instrumentos que tocavam cerimônias importantes nas cortes.

A diferença entre as orquestras está na origem do financiamento do grupo. As Orquestras Sinfônicas são organizações que, geralmente, são mantidas pelo governo. Já as Orquestras Filarmônicas são mantidas e financiadas por membros da sociedade. Hoje em dia, todas as orquestras, tanto sinfônicas quanto filarmônicas procuram captar verba tanto de fontes públicas quanto privadas!

Orquestra Sinfônica do Guri, com regência de Ana Beatriz Valente se apresenta no Auditório do MASP. Foto: Roberta Borges

Em São Paulo, a OSESP – Orquestra Sinfônica de São Paulo – foi fundada em 1958 e possui sede na Sala São Paulo, considerada uma das 10 melhores salas de concerto do mundo.  Já a OFP – Orquestra Filarmônica de Paraisópolis – oferece cursos gratuitos de música para crianças e adolescentes residentes na comunidade de Paraisópolis. No Guri Capital e Grande São Paulo, você pode conferir mais sobre nossa Orquestra Sinfônica Infanto-Juvenil. 

Na Orquestra Sinfônica Infanto-Juvenil do Guri, os alunos, com idades entre 11 e 18 anos, têm acesso a um vasto e complexo universo de formas de fazer música. Seu desenvolvimento artístico-pedagógico abarca um amplo espectro musical, que vai desde o consagrado repertório sinfônico europeu e americano, a incursões por peças operísticas, populares e contemporâneas. E o aprofundamento dessa experiência conta também com professores, regentes e instrumentistas convidados, cuidadosamente selecionados para proporcionar aos estudantes uma interação rica e proveitosa que lhes dê ferramentas para trilhar seu próprio caminho musical, tanto no palco – solo ou em conjunto – quanto na sala de aula.

Quer assistir de perto uma apresentação da nossa Orquestra Sinfônica Infanto-Juvenil? Confira aqui nossa programação.

Confira também algumas de nossas apresentações virtuais:

Interlúdio N°3 | Orquestra Sinfônica Infanto-Juvenil

Libertango | Orquestra Sinfônica Juvenil

Este site utiliza cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento. Consulte a Política de Privacidade para obter mais informações.